segunda-feira, 6 de setembro de 2010

30


Não preciso saber o quanto de você há em mim: a cada momento meu sorriso frouxo faz questão de me lembrar do quanto me lembro quando ouço, digo, vejo, toco, cheiro, vivo qualquer coisa e então, me rio outra vez.. mas é só até lembrar que me falta coragem ou tempo pra perceber o quanto de mim há em você!

Nenhum comentário: